Início das obras para a Jornada Mundial da Juventude

> Notícias > Início das obras para a Jornada Mundial da Juventude

O mês de março marca o arranque das obras, que decorrerão em Lisboa, para receber a Jornada Mundial da Juventude em 2023. Os terrenos que vão acolher esta festa da juventude abrangem parte dos concelhos de Lisboa e Loures e localizam-se junto ao rio Tejo e à foz do rio Trancão.

Numa visita técnica, em que participaram o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa; o novo embaixador junto da Santa Sé, Domingos Fezas Vital; o presidente da Fundação JMJ Lisboa 2023, D. Américo Aguiar; os presidentes das Câmaras de Lisboa (Carlos Moedas) e de Loures (Ricardo Leão); e o coordenador do grupo de projeto para a JMJ, José Sá Fernandes, o enfoque foi o local onde será instalado o altar e também o caminho que o Papa Francisco terá de percorrer para contactar com todos os fiéis que participarem no evento.

O recinto que em 2023 receberá a JMJ, e que terá capacidade para acolher cerca de dois milhões de pessoas, será um parque com cerca de 100 hectares. O altar será instalado em terrenos da freguesia do Parque das Nações, Lisboa, onde se localizou o aterro de Beirolas, desativado há 24 anos. Segundo José Sá Fernandes, coordenador do Grupo de Projeto para a JMJ 2023, estes terrenos estão “consolidados” e apresentam “todas as condições para acolher um grande número de pessoas”.

Portugal será o segundo país lusófono a acolher uma Jornada Mundial da Juventude.

Related Posts