Vigararia de Setúbal: um tempo “de saída” para as comunidades cristãs

> Notícias > Vigararia de Setúbal: um tempo “de saída” para as comunidades cristãs

Os símbolos da Jornada Mundial da Juventude estiveram na Vigararia de Setúbal entre os dias 1 e 4 de novembro. A expectativa da sua chegada foi crescendo, com o passar dos meses e com o eco que vinha de outras dioceses por onde tinham passado. E acabámos por confirmar o grande impacto que esta cruz de quase quatro metros e o quadro de Nossa Senhora Salus Populi Romani vieram a provocar naqueles que tiveram a graça de cruzar as suas vidas com eles.

Foram quatro dias intensos e de grande alegria, em que vários grupos de jovens puderam levar estas referências cristãs a tantas realidades diferenciadas: lares de idosos, lares de pessoas com incapacidades físicas e mentais, a escolas, ao mercado local, a forças de segurança, ao hospital, a instituições da Cáritas, a clubes desportivos, a bairros sociais, a associações artísticas-culturais e a espaços públicos de grande movimentação de pessoas.

Destacou-se o dia 1 de novembro, em que se realizaram duas procissões, a marítima e a terrestre, com a presença de todas as comunidades paroquiais da vigararia e com participação de milhares de pessoas.

No final deste dia ofereceu-se à cidade, na praça do Bocage, uma grande Festa da Juventude, com artistas jovens da cidade. As comunidades cristãs prepararam a sua participação com barraquinhas de venda de alimentos, assim como de outros produtos, para angariação de fundos para os jovens que preparam a sua participação na JMJ.

A equipa de jovens do Conselho Vicarial de Juventude, em comunhão com os párocos, procurou que estes dias fossem um tempo “de saída” para as comunidades cristãs, levando os Símbolos às periferias e àqueles a quem o Senhor também deseja acolher no seu Reino. Neste sentido, estes ícones cristãos estiveram principalmente em contextos naturais das populações e grupos, para que pudessem ser vistos, tocados e provocassem algum impacto interior. Ainda assim, toda a vigararia se envolveu no acolhimento dos Símbolos na diocese, na Eucaristia de acolhimento na Sé, no dia 31 de outubro; e também na Vigília de ação de graças, na despedida dos Símbolos, no dia 4 de novembro, na igreja de Nossa Senhora da Conceição.

A riqueza destes dias foi imensa, com a consciência de que Deus fará florescer estas sementes da passagem dos símbolos na cidade de Setúbal.

Também os jovens que puderam experimentar tal dom da vida da Igreja, sentiram já o perfume do grande evento da Jornada Mundial da Juventude previsto para agosto próximo.

Os símbolos também marcaram a vida dos jovens da Paróquia de S. José, tendo participado em variados momentos, junto de tantos outros da nossa vigararia.

Related Posts